Scroll to navigation

APT-TRANSPORT-HTTP(1) APT APT-TRANSPORT-HTTP(1)

NOME

apt-transport-http - Transporte do APT para descarregar via Hypertext Transfer Protocol (HTTP)

DESCRIÇÃO

Este transporte do APT permite o uso de repositórios acedidos via Hypertext Transfer Protocol (HTTP). Está disponível por predefinição e é provavelmente o mais usado de todos os transportes. Note que um transporte nunca chamado directamente por um utilizador mas é usado pelas ferramentas do APT baseadas na configuração do utilizador.

HTTP é um protocolo de transporte não encriptado o que significa que toda a comunicação com o servidor remoto (ou proxy) pode ser observada por um atacante com capacidades suficientes que geralmente é referido por "man in the middle" (MITM). No entanto, tal atacante não consegue modificar a comunicação para comprometer a segurança do seu sistema, pois o modelo de segurança dos dados do APT é independente do método de transporte escolhido. Isto está explicado em detalhe em apt-secure(8). Uma visão geral dos métodos de transporte disponíveis é dada em sources.list(5).

OPÇÕES

Várias opções podem ser definidas num ficheiro apt.conf(5) para modificar este comportamento, indo de configuração de proxy até maneiras de contornar limitações específicas de servidores.

Configuração do Proxy

A variável de ambiente http_proxy é suportada pela configuração de todo o sistema. Proxies específicos para o APT podem ser configurados via opção Acquire::http::Proxy. Proxies que devem ser usados apenas para certas máquinas podem ser especificados via Acquire::http::Proxy::máquina. Até um controle mais afinado pode ser obtido via auto-detecção de proxy, detalhado mais abaixo. Todas estas opções usam o formato URI esquema://[[utilizador][:palavra-passe]@]maquina[:porto]/. OS esquemas URI suportados são socks5h (SOCKS5 com resolução DNS remota), http e https. Os detalhes de autenticação podem ser fornecidos via apt_auth.conf(5) em vez de os incluir directamente no URI.

as várias opções de configuração do APT suportam o valor especial DIRECT significando que nenhum proxy deverá ser usado. A variável de ambiente no_proxy é também suportada para o mesmo objectivo.

Mais ainda, existem três definições disponibilizadas para controle de cache como caches de proxy compatíveis com HTTP/1.1. Acquire::http::No-Cache diz ao proxy para não usar a sua resposta em cache sob nenhumas circunstâncias, Acquire::http::Max-Age define a idade máxima permitida (em segundos) de um ficheiro índice na cache do proxy. Acquire::http::No-Store especifica que o proxy não deve armazenar os ficheiros de arquivo pedidos na sua cache, o que pode ser usado para prevenir que o proxy polua a sua cache com (grandes) ficheiros .deb.

Configuração do Proxy Automática

Acquire::http::Proxy-Auto-Detect pode ser usado para especificar um comando externo para descobrir o proxy HTTP a usar. O primeiro e único parâmetro é um URL que aponta para a máquina a contactar para permitir uma configuração específica para essa máquina. O APT espera que o comando forneça o resultado do proxy no stdout numa única linha no formato URI anteriormente especificado ou a palavra DIRECT se não deverá ser usado nenhum proxy. Nenhum resultado fornecido indica que devem ser usadas as definições de proxy genéricas.

Note que a auto-detecção não será usada para uma máquina se uma configuração de proxy específica de máquina já estiver definida via Acquire::http::Proxy::máquina.

Veja os pacotes squid-deb-proxy-client(1) e auto-apt-proxy(1) para exemplos de implementações.

Esta opção toma precedência sobre a opção antiga de nome Acquire::http::ProxyAutoDetect.

Configuração de Ligação

A opção Acquire::http::Timeout define o tempo limite usado por este método, este valor aplica-se à ligação assim como os tempos de limite de dados.

A largura de banda usada pode ser limitada com Acquire::http::Dl-Limit que aceita valores inteiros em kilobytes por segundo. O valor predefinido é 0 que desactiva o limite e tenta usar toda a largura de banda disponível. Note que esta opção implicitamente desactiva a descarga a partir de múltiplos servidores ao mesmo tempo.

A definição Acquire::http::Pipeline-Depth pode ser usada para activar o 'pipelining' de HTTP (RFC 2616 secção 8.1.2.2) a qual pode ser benéfica por exemplo em ligações de alta latência. Especifica quantos pedidos são enviados num pipeline. O APT tenta detectar e contornar servidores web e proxies com comportamentos impróprios durante a sua execução, mas se você sabe que o seu não está em conformidade com a especificação HTTP/1.1, a ligação via pipe pode ser desactivada ao definir o valor para 0. Por predefinição está activado com o valor 10.

Acquire::http::AllowRedirect controla se o APT irá seguir os redireccionamentos, o que está activo por predefinição.

Acquire::http::User-Agent pode ser usado para definir um Utilizador-Agente diferente para o método de download por http, porque alguns proxies apenas permitem acesso a clientes se o cliente usar um identificador conhecido.

Acquire::http::SendAccept está activa por predefinição e envia um campo de cabeçalho Accept: text/* para o servidor para pedidos sem extensão do ficheiro para prevenir que o servidor tente negociação de conteúdo.

EXEMPLOS

Acquire::http {
	Proxy::example.org "DIRECT";
	Proxy "socks5h://apt:pass@127.0.0.1:9050";
	Proxy-Auto-Detect "/usr/local/bin/apt-http-proxy-auto-detect";
	No-Cache "true";
	Max-Age "3600";
	No-Store "true";
	Timeout "10";
	Dl-Limit "42";
	Pipeline-Depth "0";
	AllowRedirect "false";
	User-Agent "My APT-HTTP";
	SendAccept "false";
};

VEJA TAMBÉM

apt.conf(5) apt_auth.conf(5) sources.list(5)

BUGS

página de bugs do APT[1]. Se deseja reportar um bug no APT, por favor veja /usr/share/doc/debian/bug-reporting.txt ou o comando reportbug(1).

TRADUÇÂO

A tradução Portuguesa foi feita por Américo Monteiro <a_monteiro@netcabo.pt> de 2009 a 2012. A tradução foi revista pela equipa de traduções portuguesas da Debian <traduz@debianpt.org>.

Note que este documento traduzido pode conter partes não traduzidas. Isto é feito propositadamente, para evitar perdas de conteúdo quando a tradução está atrasada relativamente ao conteúdo original.

AUTOR

Equipa do APT

NOTAS

1.
página de bugs do APT
11 Maio 2018 APT 1.8.4