Scroll to navigation

SECURETTY(5) Manual do Programador do Linux SECURETTY(5)

NOME

securetty - lista os terminais aos quais o superusuário (root) pode acessar

DESCRIÇÃO

O arquivo /etc/securetty contém os nomes de terminais (um por linha, sem iniciar com /dev/) que são considerados seguros para a transmissão de certas comunicações de autenticação.

É usado por (algumas versões do) login(1) para restringir os terminais nos quais o root pode fazer login. Veja login.defs(5) se você usa o conjunto shadow.

Nos sistemas habilitados para PAM, é usado para o mesmo objetivo por pam_securetty(8) para restringir os terminais nos quais as senhas vazias são aceitas.

ARQUIVOS

/etc/securetty

VEJA TAMBÉM

login(1), login.defs(5), pam_securetty(8)

COLOFÃO

Esta página faz parte da versão 5.07 do projeto Linux man-pages. Uma descrição do projeto, informações sobre relatórios de bugs e a versão mais recente desta página podem ser encontradas em https://www.kernel.org/doc/man-pages/.

TRADUÇÃO

A tradução para português brasileiro desta página man foi criada por Sandro Nunes Henrique <sandro@conectiva.com.br>, Rodrigo Stulzer Lopes <rodrigo@conectiva.com.br> e Rafael Fontenelle <rafaelff@gnome.org>.

Esta tradução é uma documentação livre; leia a Licença Pública Geral GNU Versão 3 ou posterior para as condições de direitos autorais. Nenhuma responsabilidade é aceita.

Se você encontrar algum erro na tradução desta página de manual, envie um e-mail para <debian-l10n-portuguese@lists.debian.org>.

9 junho 2020 Linux