Scroll to navigation

WESNOTHD(6) Deamon de rede para jogos multi-jogadores da Batalha por Wesnoth WESNOTHD(6)

NOME

wesnothd — Um daemon de rede para a Batalha por Wesnoth.

SINOPSE

wesnothd [-dv] [-c path] [-p port] [-t number] [-T number]
wesnothd -V

DESCRIÇÃO

Gere jogos em da Batalha por Wesnoth. Veja http://www.wesnoth.org/wiki/ServerAdministration para saberes que comandos o servidor aceita via o cliente wesnoth (/query) ou via fifo.

OPÇÕES

-c path, --config path
diz a wesnothd onde encontrar o ficheiro de configuração para usar. Veja a seção CONFIGURAÇÃO DO SERVIDOR abaixo para os comandos. Podes recarregar as configurações ao enviar um SIGHUP ao servidor.
-d, --daemon
executa wesnothd como processo de fundo
-h, --help
explica o que as opções de linha de comando fazem.
--log-nível=domínio1,domínio2,...
define o nível de gravidade dos domínios de log. all pode ser usado para combinar com qualquer domínio de log. Níveis disponíveis: errowarninginfodebug. Por defeito, o nivel erro é usado do nível info para o domínio servidor.
-p porta, --port porta
conecta o servidor à porta escolhida. Se nenhuma porta for escolhida, a porta 15000 será usada.
-t número, --threads número
muda para n a quantidade máxima de threads de trabalho em espera para E/S de rede (padrão: 5, max: 30).
-T número, --max-threads número
configura o número máximo de threads de trabalho que serão criadas. Se ajustado para 0, não haverá limites (padrão: 0).
-V, --version
mostra o número da versão e sai.
-v, --verbose
liga o log de depuração.

CONFIGURAÇÃO DO SERVIDOR

A sintaxe geral é:

[tag]
key=“valor
chave=“valor,valor,...”

[/tag]

Chaves globais:

allow_remote_shutdown
se ajustado para no (o padrão), pedidos de desligar e reiniciar serão ignorados, a menos que venham do fifo. Coloque como yes para permitir desligamento remoto via um /query de um administrador.
ban_save_file
caminho completo ou relativo para um arquivo (comprimido com gzip) que o servidor possa ler e escrever. Expulsões serão gravados para o arquivo e lidos de novo ao ligar o servidor.
compress_stored_rooms
Determina quando o arquivo ‘rooms’ pode ser lido e escrito em forma compacta. O padrão é yes.
connections_allowed
O número de conexões permitidas do mesmo IP. 0 para infinito. (padrão: 5)
disallow_names
Nomes/alcunhas que não são aceites pelo servidor. * e ? podem ser usados como jóqueres. Veja glob(7) para mais detalhes. Os valores padrão (usados se nada for especificado) são: *admin*,*admln*,*server*,ai,ai?,computer,human,network,player.
fifo_path
O caminho para o fifo que exibe os comandos do servidor (o mesmo que /query ... de wesnoth). Se não especificado, o padrão é o caminho da compilação (padrão: /var/run/socket/wesnothd/socket).
max_messages
O número de mensagens permitidas no período de messages_time_period. (padrão: 4)
messages_time_period
O período de tempo (em segundos) de inundação de mensagens é detetado (padrão: 10 segundos)
motd
A mensagem do dia.
new_room_policy
Determina quem pode criar novas salas no servidor. Os valores disponíveis são everyone, registered, admin e nobody, e dar a permisão, respectivamente, para todos, de usuários registados, administradores ou criação desativada de salas. O valor por defeito é everyone.
passwd
A palavra-passe usada para ganhar privilégios de administrador (por via /query administrador palavra-passe)
replay_save_path
O directório onde o servidor armazena as revisões dos jogos. (não esqueças o “/” final!) O padrão é `' que é donde wesnothd fora lançado.
restart_command
O comando que o servidor usa para começar um novo processo de servidor por via do comando restart. (Só pode ser dado no fifo. Veja a configuração allow_remote_shutdown.)
room_save_file
Caminho para um arquivo onde as informações da sala devem ser guardadas. Este arquivo é lido quando o servidor começa e escrito depois. Se em branco ou não definidas, as salas não são carregadas nem salvas.
save_replays
Define se o servidor vai gravar automaticamente os replays dos jogos. (padrão: false)
versions_accepted
Uma lista, separada por vírgulas de strings de versão que serão aceitas pelo servidor. *e ? podem ser usados como jóqueres. (o padrão é a versão desta instalação do wesnoth)
Exemplo: versions_accepted="*" aceita qualquer versão.
user_handler
O nome da base de dados de utilizadores para ser utilizado. De momento estão disponíveis forum (para ligar o servidor à base de dados phpp do fórum oficial) e sample (apenas um esboço, não é aconselhável correr o servidor num ambiente real com este). Por padrão forum é usado. Também terás de usar um [user_handler] como explicado abaixo.

Tags Globais:

[redirect] Uma tag para especificar um servidor ao qual redireccionar certas versões dos clientes.
host
O endereço do servidor para o qual redireccionar.
port
A porta para a qual conectar-se.
versão
Uma lista separada por vírgulas das versões para redireccionar. Comporta-se do mesmo modo que versions_accepted em relação a jóqueres.

[tempo de expulsão] Uma tag para definir palavras chave para medir o tempo de expulsão.

name
O nome de referencia ao tempo de expulsão.
tempo
A definição do tempo limite. O formato é: %d[%s[%d%s[...]]] onde s são os segundos, m os minutos, h as horas, D os dias, M os meses ou Y os anos e %d é um valor numérico. Se nenhum tempo for referido serão assumidos minutos. Por exemplo: time="1D12h30m" resulta num tempo de expulsão de 1 dia, 12 horas e 30 minutos.

[proxy] Uma etiqueta que diz ao servidor para agir como proxy, e enviar as requisições dos clientes conectados para um outro servidor especificado. Aceita as mesmas chaves que [redirect].

[user_handler] Define como gerir a base de dados de utilizadores. Opções disponíveis irão depender qual user_handler esta em uso. Se nenhum [user_handler] é encontrado, então o servidor irá correr sem possibilidade de registo do nome de utilizador.

db_host
(para user_handler=forum) o nome da máquina do servidor da base de dados
db_name
(para user_handler=forum) o nome do base de dados
db_user
(para user_handler=forum) O nome do usuário com o qual registar-se na base de dados
db_password
(para user_handler=forum) a senha deste usuário
db_users_table
(para ser usado em conjunto com user_handler=forum) O nome da base de dados phpbb do fórum usado. Provavelmente será <table-prefix>_users (p.ex. phpbb3_users).
db_extra_table
(para ser usado em conjunto com user_handler=forum) O nome da base de dados onde o servidor irá guardar os seus próprios dados sobre os utilizadores. Terás de criar esta base de dados manualmente, por ex. CREATE TABLE <table-name>(username VARCHAR(255) PRIMARY KEY, user_lastvisit INT UNSIGNED NOT NULL DEFAULT 0, user_is_moderator TINYINT(4) NOT NULL DEFAULT 0);
user_expiration
(para user_handler=sample) O tempo após o qual um usuário registado expira (em dias).

[email] Configura um servidor SMTP pelo qual os utilizadores podem enviar correio. De momento só usado pelo controlador do utilizador de exemplo.

server
O nome do servidor de correio
username
O nome de usuário com o qual se registar no servidor de correio.
password
A senha deste usuário.
from_address
O endereço de remetente do teu e-mail
mail_port
A porta na qual o teu servidor de correio iniciar. O padrão é 25.

ESTADO DE SAÍDA

O estado de saída normal é 0 se o servidor for corretamente fechado. Um estado de saída de 2 indica um erro com as opções da linha de comandos.

AUTOR

Escrito por David White <davidnwhite@verizon.net>. Editado por Nils Kneuper <crazy-ivanovic@gmx.net>, ott <ott@gaon.net> e Soliton <soliton.de@gmail.com> e Thomas Baumhauer <thomas.baumhauer@gmail.com>. Esta página de manual foi originalmente escrita por Cyril Bouthors <cyril@bouthors.org>.
Visita a página oficial do projeto: http://www.wesnoth.org/

DIREITOS DE AUTOR

Copyright © 2003-2016 David White <davidnwhite@verizon.net>
Este programa é Software Livre; este programa esta licenciado sob a GPL versão 2, conforme publicada pela Free Software Foundation. NÃO há QUALQUER garantia para o programa; nem mesmo a garantia de COMERCIALIZAÇÃO, e as de ADEQUAÇÃO A QUALQUER PROPÓSITO.

VER TAMBÉM

wesnoth(6).
2013 wesnothd