Scroll to navigation

DH_SYSTEMD_ENABLE(1) Debhelper DH_SYSTEMD_ENABLE(1)

NOME

dh_systemd_enable - activa/desactiva ficheiros unit do systemd

RESUMO

dh_systemd_enable [debhelper options] [--no-enable] [--name=name] [unit file ...]

DESCRIÇÃO

dh_systemd_enableé um programa debhelper que é responsável por activar e desactivar ficheiros unit do systemd.

Num caso simples, encontra todos os ficheiros unit instados por um pacote (ex. bacula-fd.service) e activa-os. Não é necessário que a máquina esteja realmente a correr o systemd durante o tempo da instalação do pacote, a activação acontece em todas as máquinas de modo a ser possível mudar de sysvinit para systemd e vice-versa.

Num caso complexo, você pode chamar dh_systemd_enable e dh_systemd_start manualmente (ao sobrescrever as metas debian/rules) e especificar bandeiras por cada ficheiro unit. Um exemplo é colord, o qual contém o serviço colord, um serviço dbus-activated sem uma secção [Install]. Este ficheiro de serviço não pode ser activado ou desactivado (um estado chamado "static" pelo systemd) porque não tem nenhuma secção [Install]. Assim sendo, correr dh_systemd_enable não faz qualquer sentido.

Para apenas gerar blocos para ficheiros de serviço específicos, você precisa de passá-los como argumentos, exemplos dh_systemd_enable quota.service e dh_systemd_enable --name=quotarpc quotarpc.service.

FICHEIROS

debian/package.service, debian/package@.service
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/package.service (or lib/systemd/system/package@.service) no directório de compilação do pacote.
debian/pacote.tmpfile
Se isto existir, é instalado em usr/lib/tmpfiles.d/pacote.conf no directório de compilação do pacote. (Actualmente o mecanismo tmpfiles.d é usado apenas pelo systemd.)
debian/package.target, debian/package@.target
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/package.target (ou lib/systemd/system/package@.target) no directório de compilação do pacote.
debian/package.socket, debian/package@.socket
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/package.socket (ou lib/systemd/system/package@.socket) no directório de compilação do pacote.
debian/package.mount
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/pacote.mount no directório de compilação do pacote.
debian/package.path, debian/package@.path
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/package.path (ou lib/systemd/system/package@.path) no directório de compilação do pacote.
debian/package.timer, debian/package@.timer
Se isto existir, é instalado em lib/systemd/system/package.timer (ou lib/systemd/system/package@.timer) no directório de compilação do pacote.

OPÇÕES

--no-enable
Desactiva serviço(s) durante a purga, mas não os activa na instalação.

Note que esta opção não afecta se os serviços são arrancados. Isso é controlado por dh_systemd_start(1) (usando por exemplo a sua opção --no-start).

--name=nome
Instala o ficheiro de serviço como nome.serviço em vez do nome de ficheiro predefinido, o qual é pacote.serviço Quando este parâmetro é usado, o dh_installinit procura e instala ficheiros chamados debian/pacote.nome.serviço em vez do habitual debian/pacote.serviço.

NOTAS

Note que este comando não é idempotente. O dh_prep(1) deve ser chamado entre invocações deste comando (com os mesmos argumentos). Caso contrário, pode causar múltiplas instâncias do mesmo texto a ser adicionado aos scripts do mantenedor.

Note que dh_systemd_enable deve correr antes de dh_installinit. A sequência predefinida em dh faz o correcto, esta nota é apenas relevante quando você está a chamar dh_systemd_enable manualmente.

VEJA TAMBÉM

dh_systemd_start(1), debhelper(7)

AUTORES

pkg-systemd-maintainers@lists.alioth.debian.org

TRADUÇÃO

Américo Monteiro

Se encontrar algum erro na tradução deste documento, por favor comunique para Américo Monteiro a_monteiro@gmx.com ou Equipa Debian de Tradução Portuguesa traduz@debianpt.org.

2019-09-14 12.6